28 de março de 2011

A fibromialgia em mim...

Andei meio sumida... Motivo??? Segue abaixo um pequeno resumo do 'pq' ;)

Desde criança, sempre senti dores nas pernas, nos braços, na mão, nos pés e por aeh vai... Quando o tempo esfriava aí é que o sofrimento aumentava, eram noites a fora dando massagem pra esquentar o local e depois meias/lençóis para tentar me manter o mais aquecida possível... Foram noites sem dormir, noites chorando baixinho pra não acordar painho nem mainha, sempre fui do tipo que não gosta de incomodar, mesmo se o motivo for ‘dor’. Mas quando a dor apertava demais, corria pra acordá-los...
Cresci acreditando que tinha ‘reumatismo no sangue’, nem cheguei a fazer o tratamento por conta da ‘temida’ injeção...
Daí em fev/2009 passei por uma situação que me deixou EXTREMAMENTE abalada emocionalmente. Foi aí que as dores se agravaram e muito, era dor da hora que acordava a hora de dormir, o sono? Se já tinha insônia, sono se tornou artigo de luxo na minha vida.
Depois de passar por alguns médicos, fazer alguns tratamentos e continuar com as dores, fui numa reumatologista e lá pra minha felicidade [?!] ou não, descobri que o meu problema não era reumatismo e sim FIBROMIALGIA.
Na hora confesso que perdi o chão, já conhecia um pouco dessa síndrome/doença e seu diagnóstico não é nada animador, mas vamos lá, hora de encarar a realidade e o preconceito que veio junto...
Hoje minha vida é tomar remédios para amenizar [isso mesmo, amenizar as dores, pq faz um tempinho que não sei o que é ‘não sentir dor’] as dores, faço fisioterapia, terapia, afinal não bastasse as dores, essa doença ainda desenvolve a depressão...
Sentir dor não é fácil, mas o mais difícil de tudo isso é a ignorância, o preconceito que encontro no dia a dia... 
Já cheguei a ouvir de um médico que não é possível uma pessoa viver sentindo dor [será que ele achou que eu tava inventando??? Que gosto de gastar horrores com remédios??? Só se eu fosse louca mesmo...], de um outro médico ouvi: ‘- Não opero paciente com fibromialgia!’ [como assim? Tenho uma doença contagiosa que coloca em risco a vida dele??? Ou será que sou culpada por ter essa doença e por [infelizmente] sentir mais dor que uma pessoa normal???]
Ah sim, também já falaram que meu problema é ‘piti’, que o problema estava na minha cabeça e teria que procurar um psicólogo... kkkkkkkkkkk [só rindo de uma coisa tão ridícula como essa, quando escuto essas coisas meu desejo é que quem falou tamanha asneira sentisse por alguns minutos o que sinto todos os dias, a todo momento]...
Já sonhei muitas coisas, desejei tantas outras, mas hoje se pudesse fazer apenas UM pedido, não pensaria duas vezes, gostaria de ouvir que foi descoberta a cura da fibromialgia, pois não é fácil sentir dor todos os dias e senti-la com tanta intensidade que às vezes dá até desespero...
Mas é assim mesmo, a vida não é fácil e nem será... Como costumo dizer: ‘Vamo que vamo!!!’
[/Desabafo mode off] 

Depois desse livro que escrevi, acho que tá explicado o pq do sumiço, neh?! As dores estavam mto intensas o que me deixou muito desanimada para postar =S


Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeijos... =)

Nenhum comentário: